Contato

Aprendendo com os concorrentes: saiba o que é Benchmarking

Com tantas inovações tecnológicas e mercadológicas acontecendo, diversos termos foram criados e se tornaram comuns no vocabulário corporativo dos empresários. Para entender como essas novidades podem influenciar o seu negócio, é importante ficar por dentro do que estão falando por aí. Por falar nisso, você sabe o que é benchmarking?

Se você é daqueles que ainda considera os concorrentes como grandes adversários, é bom rever os seus conceitos! Na verdade, é possível aprender muito com a concorrência, e é exatamente  disso que se trata o benchmarking.

Se você só ouviu falar, mas ainda não conhece bem o assunto, veja o que preparamos para você:

Afinal, o que é benchmarking?

Quantas vezes você se baseou na concorrência para planejar e incorporar grandes ideias na sua confecção? Provavelmente muitas vezes, não é mesmo?

Da mesma forma, pode ter certeza que muita gente já olhou para o que você está fazendo e também usou suas ideias como referência. Saiba que isso não é nenhum crime! Você (como seus concorrentes) só estão implementando algo que dá certo em outras empresas — porém, com um toque exclusivo do seu negócio.

A concorrência e as empresas líderes de mercado, seja no seu segmento, ou em outros, deixaram de ser encaradas como adversárias e passaram a ser vistas como fontes de inspiração para quem vem logo atrás.

Assim, grandes ideias são “copiadas” e um novo padrão para as melhores práticas é formado. Podemos dizer que o benchmarking é um processo de medição de desempenho dos produtos, serviços e processos de uma ou mais empresas, maiores e mais fortes no seu ou em outros segmentos.

Tudo isso para descobrir e entender o que equipes de destaque fazem para ter todo aquele sucesso e, depois, replicar a ideia no seu próprio negócio. Afinal, são essas empresas de alta performance que ditam o ritmo e a direção do mercado!

Como funciona o benchmarking?

Ao estudar as empresas com melhores resultados, você acaba descobrindo o que torna possível ter um desempenho tão superior — e pode comparar com a forma como seu negócio opera, identificando falhas e oportunidades de melhorias.

Isso pode significar o ajuste de certos produtos e processos, para uma adaptação às ofertas do concorrente mais forte, adoção de novas metodologias para a otimização de rotinas, implementação de novas tecnologias (software e hardware) para a automatização de tarefas etc.

O objetivo do benchmarking é analisar e compreender a posição atual de uma organização em relação às melhores práticas do mercado e identificar áreas e meios de melhorias de desempenho no seu negócio.

Para isso, o benchmarking obedece a três requisitos básicos:

  • descobrir como outras organizações atingem altos níveis de desempenho;
  • determinar quais e onde as melhorias descobertas podem ser aplicadas;
  • aplicar as melhorias para elevar o desempenho do seu negócio.

Quais são as vantagens do benchmarking?

Além de ajudar as empresas a se tornarem mais eficientes, o benchmarking também possui outros benefícios. Veja:

  • melhora a compreensão dos envolvidos em relação às estruturas de custos e processos internos;
  • promove a cooperação com o objetivo de aumentar a competitividade da empresa;
  • incentiva a capacitação continuada de profissionais de todos os níveis;
  • traz inovações para todos os departamentos da empresa.

O que avaliar na concorrência?

Existem, pelo menos, quatro fatores que você deve levar em consideração na hora de fazer o benchmarking para a sua confecção. São eles:

Qualidade

Requer amostras para uma análise dos produtos ou serviços entregues, como a qualidade do corte, da costura, dos materiais do acabamento, bem como a padronização e modelagem. Isso pode indicar uma tendência de mercado.

Tempo

Ao requisitar amostras, avalie o tempo de retorno (tempo necessário para a entrega da encomenda), bem como os serviços de atendimento pré, durante e pós-venda. Você pode descobrir uma forma de atendimento inovadora.

Custo

Com as amostras em mãos, identifique os materiais utilizados, bem como os métodos prováveis aplicados nas operações de corte e costura. Depois, faça um levantamento para apontar o custo de fabricação da peça e compare com o que você poderia cobrar em um modelo parecido.

Processos

Para um profissional experiente e atualizado no ramo de confecção, ao analisar o corte, a costura e o fechamento de uma peça, fica fácil distinguir cada etapa da produção, bem como os equipamentos utilizados. Essa análise ajuda a descobrir novos métodos e tecnologias.

Agora que você sabe um pouco mais sobre o que é benchmarking, que tal colocar essa ideia em prática? Essa é uma ótima maneira de deixar a sua empresa em pé de igualdade com as melhores referências do mercado!

Gostou das dicas? Assine a nossa newsletter agora mesmo e descubra muito mais.!

Compartilhar

Fazer um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *