Contato

Confecção infantil: 4 dicas para conquistar esse mercado

Segundo uma pesquisa realizada pelo SIS/SEBRAE, o mercado de confecção infantil vem crescendo a passos largos. Mesmo diante da crise econômica que o país vive, essa tendência deve continuar, fazendo com que este seja um dos poucos segmentos a não serem afetados pelo contexto em que estamos inseridos.

Esse pode ser um bom momento para quem deseja abrir um negócio com maior segurança e lucratividade. E para que você aproveite bem essa oportunidade, listamos abaixo as quatro dicas mais importantes sobre como conquistar esse mercado.

Confira!

1. Acompanhe as tendências de moda

Os adultos não se preocupam só com vestir o que está na moda: os pais querem que seus filhos também andem bem-vestidos.

Além disso, as crianças começam a manifestar vontades do que desejam cada vez mais cedo, o que exige que você acompanhe as tendências de moda no segmento de confecção infantil. Isso inclui:

  • época do ano (verão e inverno);
  • datas festivas (festas juninas);
  • tipos de tecido;
  • bordados;
  • estampas;
  • costura.

E esses são apenas alguns exemplos. Acompanhe as tendências nas redes sociais, blogs, sites específicos no Brasil e no exterior, bem como revistas de moda infantil.

2. Trabalhe com os tecidos certos

Muitas crianças possuem alergia a certos tipos de tecidos. Por isso, é preciso muito cuidado na hora de escolher com qual vai trabalhar.

Tecidos cem por cento algodão continuam sendo os mais indicados pela maciez e leveza proporcionada. O material possui uma fibra que facilita a respiração da pele e absorção do suor no corpo.

O brim e o jeans podem ser utilizados, mas não podem deixar as peças pesadas demais a ponto de atrapalharem os movimentos da criança. Já para peças como mantas e casaquinhos, prefira usar aqueles antialérgicos.

De modo geral, busque sempre trabalhar com tecidos de boa qualidade para agregar durabilidade as peças da sua confecção infantil. Quanto às fibras, precisam ser naturais e oferecer maciez, conforto e flexibilidade de movimentos.

3. Conheça o perfil do público

Abrir um negócio não é só começar a produzir. Você precisa saber antes o que produzir, para quem, em que momento (sazonalidade) e quantidade (demanda).

O recomendado é que se faça pesquisas de mercado e elabore um bom plano de negócios. Afinal, ele servirá para demonstrar os pontos fortes e fracos do empreendimento, bem como os riscos e ameças externas.

Uma das vantagens que ele oferece é a possibilidade de descobrir o perfil exato do seu público consumidor, o que prevê:

  • idade;
  • classe social;
  • segmento que vai atender (especialização);
  • problema, desejo ou necessidade que vai atender.

O negócio tem muito mais chances de dar certo se você conhecer detalhadamente quem é o seu potencial cliente.

4. Use um software de gestão

Graças à evolução das tecnologias de internet e softwares, as empresas estão utilizando sistemas de gestão que possibilitam otimizar os processos. Isso significa aumento da produtividade com qualidade, redução de desperdícios de recursos e melhores taxas de lucratividade para o negócio.

Busque um ERP específico para confecções. Assim, você terá um melhor controle de materiais e das operações de produção, estoque, compras, vendas e financeiro.

Além disso, dê preferência para um modelo hospedado na nuvem para poder acessá-lo mesmo estando fora da empresa. A mobilidade aumentará a sua produtividade.

O mercado de confecção infantil é promissor, mas são necessárias estratégias para que o seu negócio não seja apenas mais um. Siga essas dicas e agregue força competitiva à sua confecção. Diferencie-se dos concorrentes!

Gostou das dicas? Aproveite para baixar o e-book “Guia para garantir a saúde financeira da sua confecção” e descubra muito mais!

Compartilhar

Fazer um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *