fbpx

A importância da gestão integrada de processos para alcance de metas

Quando falamos em otimizar o alcance de metas, queremos propor formas de gerar mais produtividade e eficiência. Para isso, é preciso mais tempo, maior economia de recursos e, principalmente, a eliminação dos gargalos na produção. Mas como a gestão integrada de processos entra nessa história?

A questão é que esse tipo de gestão pode ser automatizado e racionalizado por softwares, como os ERPs. Por se tratar de um sistema de automação, já é possível ter uma ideia da contribuição que ele pode dar para atingir suas metas e, por consequência, os lucros do seu negócio.

No post de hoje, vamos abordar as 3 principais vantagens da implementação de um sistema de gestãointegrada para os processos de uma indústria. Acompanhe!

Diminuição do retrabalho

Um processo feito e registrado no software é uma atividade que não precisa ser realizada novamente. A informação deixada fica disponível para os colaboradores envolvidos, independentemente do setor do qual eles fazem parte — ou seja, o risco de alguém repetir aquele procedimento é mínimo.

É possível registrar, por exemplo, o cadastro de novos produtos no estoque, uma ordem de serviço ou uma saída de produtos para um revendedor. Quando lançados e identificados no sistema, eles se tornam únicos e acessíveis para toda a equipe.

Outro fator que pode contribuir para a redução do retrabalho é o armazenamento seguro das informações. Alguns softwares, especialmente os baseados na nuvem, oferecem proteção maior contra perdas e invasões dos seus arquivos. Assim, diminui-se a necessidade de produzir novamente os mesmos dados e ganha-se mais tempo para correr atrás das metas.

Redução no trabalho manual

O papel básico da automação é reduzir os trabalhos manuais. Isso é importante não apenas para diminuir as falhas humanas, mas também para trazer mais agilidade e eficiência a determinados processos — como a geração e a projeção de relatórios financeiros e de produção, por exemplo.

Além de não sustentável, papel e tinta de impressora custam dinheiro. As planilhas do Excel são pouco práticas para organizar muitas informações e tomam um tempo produtivo muito grande. Ao utilizar um sistema automatizado, porém, você e sua equipe contam com uma base padrão para o lançamento de dados e informações.

Centralização das informações

Por funcionarem como um grande e integrado banco de dados, os ERPs facilitam o acesso às informações para os seus usuários. Isso não apenas simplifica a visão, como também agiliza a execução de outros processos.

Tomemos como exemplo os vendedores que precisam de informações detalhadas sobre os seus potenciais clientes. Sem uma gestão integrada, eles dependeriam da boa vontade do marketing para fornecer essas informações. Com a integração, esses dados podem ser acessados diretamente pelo sistema.

Essa visão sistêmica e centralizada da empresa pode detectar, por exemplo, eventuais problemas que estejam atrapalhando a produtividade de diversos setores. Com isso, a otimização dos processos internos pode ser executada mais rapidamente, contribuindo com o alcance das metas.

Utilizar um sistema para fazer a gestão integrada de processos torna o seu dia a dia e o dos seus colaboradores mais produtivo. Sua equipe será poupada de realizar tarefas repetidas e contará com o apoio da automação para as ações mais mecânicas — como a delegação de uma ordem de produção. Assim, você consegue mais foco para as atividades principais da sua empresa, como o batimento de metas e a geração de receitas.

O uso da gestão integrada de processos é apenas um dos 4 pilares de uma administração empresarial eficiente. Leia o artigo para conhecer as outras 3 bases para uma gestão de excelência do seu negócio!

NÓS LIGAMOS PARA VOCÊ