fbpx

VerUP ERP para Moda

ERP + Business Intelligence: Entenda a importância dessa integração para o sucesso de uma coleção

ERP + Business Intelligence: Entenda a importância dessa integração para o sucesso de uma coleção

Trabalhar com moda é como fazer uma aposta. Quando uma coleção é criada e planejada, a expectativa do empreendedor é de que ela seja bem sucedida, tenha aceitação do público, gere bons resultados em vendas e valorize a marca.

Nesse contexto, existem duas ferramentas que podem ajudá-lo a tornar o investimento mais seguro: o ERP e o Business Intelligence. Você sabe o que são e como elas podem atuar como verdadeiras bússolas para o seu negócio? 

Ao conciliar o ERP e o BI, os gestores obtém informações essenciais sobre o seu histórico de vendas aliadas a uma previsão bastante confiável sobre os resultados esperados. Quer saber como isso é possível? Nós mostraremos agora! 

Case de sucesso: VerUP e Lady Rock

Case de sucesso: VerUP e Lady Rock

Cuidar da gestão de qualquer empresa é um grande desafio. Afinal, todo negócio envolve vários processos e etapas, e muitas vezes um empresário precisa cuidar de tantas coisas que é fácil acabar um pouco perdido. Mas no mercado da moda, principalmente, o gestor de uma confecção precisa estar atento a uma grande variedade de pontos.

Aliar a criação e confecção das peças, o controle do estoque, a distribuição e a venda são apenas algumas das tarefas desse profissional. Se parece coisa demais, é porque é mesmo! Mas não se assuste: movimentar-se entre todas essas etapas fica mais simples com o auxílio de um sistema gestão especializado e construído especialmente para atender todas essas demandas de sua operação ao mesmo tempo!

Neste case de sucesso, você vai conhecer a história de uma rede paulista de jeanswear, a Lady Rock, e como a empresa passou por uma grande mudança depois que a marca começou a usar um sistema integrado especializado em moda para se organizar: O ERP VerUP.

Continue a leitura e inspire-se!

Como garantir o controle de qualidade em confecções?

Como garantir o controle de qualidade em confecções?

Em qualquer processo de produção industrial, é importante ter padrões regulares na qualidade do produto final. Nas confecções de vestuário, calçados e acessórios, isso não é diferente: o controle de padronização é decisivo para a competitividade e sucesso do negócio e da marca.

Mas determinar práticas de qualidade e padronização nem sempre é uma tarefa fácil. Existem especificações diferentes para cada acabamento, e ter o controle de tudo exige muita organização de processos e um esforço conjunto dos colaboradores da empresa.

Neste artigo, vamos mostrar a você como melhorar e garantir a qualidade das entregas em sua confecção. Vamos lá?

Por que um ERP na nuvem pode ser o que faltava na sua confecção?

Por que um ERP na nuvem pode ser o que faltava na sua confecção?

Um sistema de planejamento de recursos empresariais ou ERP (Enterprise Resource Planning) é, basicamente, um software de gestão integrada com recursos que permitem solucionar as demandas e procedimentos de diversos departamentos de uma empresa, seja qual for o tamanho e natureza do negócio. Um ERP especializado em Moda é responsável pela integração e automatização de […]

Conheça 3 tendências de tecnologia para indústria de vestuário

Conheça 3 tendências de tecnologia para indústria de vestuário

A indústria de vestuário e o mercado de moda estão cada vez mais centrados no ambiente digital. Os bons gestores da área já perceberam isso e sabem que precisam sair do estágio mais básico de e-commerce e relacionamento online se desejam se destacar. Afinal, a tríade moda, ciência e tecnologia promete muitas possibilidades para serem exploradas nas próximas temporadas.

Não fique por fora e conheça 3 das principais tendências de tecnologia para indústria de vestuário que impactarão o mundo da moda. Conheça!

Gestão de compras: 5 melhores práticas que a sua confecção precisa adotar

Gestão de compras: 5 melhores práticas que a sua confecção precisa adotar

Nem mais, nem menos — esse poderia ser o lema da gestão de compras. Afinal, na indústria de confecção, da mesma forma que não pode faltar matéria-prima para alimentar a produção, também é importante não ter excedentes que implicam na aplicação de capital com materiais que não serão utilizados.

Mas como fazer a gestão de compras de forma eficiente, garantindo práticas que viabilizam a continuidade da produção sem que a empresa precise arcar com os custos da compra de excedentes? 

Se você também tem essas dúvidas, chegou ao post certo! Hoje vamos falar sobre 5 práticas que sua confecção precisa adotar para ter uma gestão de compras mais eficiente. Vamos começar?

Controle de estoque de tecidos: 3 práticas que vão facilitar sua confecção

Controle de estoque de tecidos: 3 práticas que vão facilitar sua confecção

Comprar e estocar, embora pareça uma prática simples, faz com que muitos empreendedores acabem tendo sérios problemas no capital de giro quando os itens parados nas prateleiras não recebem uma atenção especial.

Rolos de tecidos sem uso, padronagens de coleções passadas, amostras, retalhos e pedaços que acabam destinados ao “cantinho das sobras”: quem nunca se deparou com uma linha de produção assim? Mas entenda que essa situação representa, em quase todos os casos, um grande desperdício!

O fato se complica ainda mais quando o empresário não tem controle das entradas e saídas de seu estoque. Imagine o tempo que um funcionário gasta para encontrar determinado tecido e, se tiver sorte de achá-lo, ter que retirar rolo sobre rolo até chegar naquele que precisa!

Por isso, levantamos 3 dicas de controle de estoque de tecidos para otimizar a rotina da sua confecção. Vamos lá?

BI orientado para o mercado da moda: Entenda como essa tecnologia ajuda a prever tendências!

BI orientado para o mercado da moda: Entenda como essa tecnologia ajuda a prever tendências!

BI é a sigla para Business Intelligence, tecnologia essencial para quem busca converter dados brutos em informações relevantes para a elaboração de prospecções, planejamentos e estratégias de negócios. E isso também se aplica quando se pensa em BI para o mercado da moda.

Nesse post, explicaremos como essa ferramenta tecnológica está aparelhando varejistas, confecções e gestores de marcas a entender melhor o comportamento de compra de seus clientes. Preparado? Vamos lá!

Gestão de compras e estoque: saiba como alinhar os dois processos

Gestão de compras e estoque: saiba como alinhar os dois processos

Na administração uma confecção de vestuário, calçados ou acessórios, a gestão de compras e estoque é um assunto que exige uma atenção especial. Se por um lado os baixos níveis de estoque causam a perda de negócios, também é importante não comprometer processos produtivos armazenando itens que ficam parados em alguma fase na produção ou produtos finalizados que encalham nas prateleiras.

Você sabe como alinhar a gestão compras e estoque em sua confecção? Adota ações que promovem o cumprimento dos processos, garantindo o abastecimento da cadeia produtiva sem excessos ou faltas que comprometam seus prazos, remessas e seu capital de giro?

Hoje, tiraremos essas dúvidas e falaremos sobre a importância de ter um estoque suficientemente enxuto, mas ao mesmo tempo abastecido com todas as matérias-primas que atendam as necessidades dos clientes e garantam o ritmo da produção, cumprimento de prazos de entrega e fluxo de vendas. Acompanhe!

Business Intelligence: Saiba quais são as vantagens dessa tecnologia para sua confecção

Business Intelligence: Saiba quais são as vantagens dessa tecnologia para sua confecção

O Business Intelligence (BI), em tradução livre, significa “inteligência empresarial”, e o seu conceito aborda todos os processos que envolvem a coleta, a organização, o monitoramento, a análise e o compartilhamento de informações sobre um determinado negócio.

O termo surgiu em 1990 e foi usado pela primeira vez pela empresa de consultoria americana Gartner Group. Foi empregado em um contexto genérico que abarcava todas as técnicas, ferramentas, aplicações e práticas que auxiliavam na transformação de dados em informações usadas para melhorar e otimizar as decisões da uma empresa.

Nesse contexto, o uso dessa tecnologia para empresas de varejo, atacado, confecções ou marcas contribui para a gestão de informações sobre pedidos, ciclos de produção, níveis de estoque, remessas, ciclos de vendas, entregas, devoluções, controle de qualidade etc.

Por meio dos dados extraídos de um BI, as confecções podem interpretar o que eles significam de forma detalhada, visualizar novas oportunidades de negócios e criar estratégias a longo prazo para melhorar a competitividade no mercado.

Quer saber mais sobre os benefícios de um BI para a sua empresa? Confira algumas dicas valiosas que reunimos aqui!

NÓS LIGAMOS PARA VOCÊ