fbpx

Relatório gerencial: as informações mais relevantes no seu dia a dia num só lugar

A importância do relatório gerencial se ampliou muito ao longo da última década. Além das informações financeiras, de planejamento e da estrutura de capital, o relatório gerencial desempenha um papel importante e muito além do controle administrativo-financeiro da empresa. Em um ano com um cenário econômico incerto, a compreensão dos relatórios se torna um elemento estratégico para melhorar a eficiência e a lucratividade de qualquer negócio.

Em relação à prestação de contas e decisões importantes tomadas pela diretoria de uma empresa, o relatório gerencial possui um papel proeminente como a voz da companhia nas relações com investidores, na comunicação com o conselho administrativo e gestão do negócio.

Quais os principais objetivos do relatório gerencial?

Implementar um relatório gerencial é um dos passos mais importantes que uma empresa pode tomar para cumprir de forma eficaz os seguintes objetivos principais:

  • Gerir o dia a dia do negócio: criar ferramentas que os gerentes possam usar para tomar boas decisões com base em métricas relevantes e precisas, apresentadas em tempo hábil; 
  • Alinhar os incentivos dos colaboradores com a organização como um todo: dando aos funcionários metas que são integradas com o relatório gerencial de modo que seu progresso seja mensurável, acionável e recompensado; 
  • Criar e gerenciar um ambiente de controle sólido: ajudar os gerentes a acompanhar de forma resumida o andamento das ações e cumprimento das metas definidas no planejamento. 

Relatórios gerenciais e demonstrações financeiras vão muito além dos três objetivos que citamos acima. Tais declarações operaram sob regras que, muitas vezes, valorizam a consistência, a transparência, e a realidade econômica da empresa.

Relatórios gerenciais, por sua própria natureza, oferecem uma oportunidade para salientar as atividades que geram valor para a empresa e se esse ambiente está sendo construído corretamente. 

Características relevantes de um relatório gerencial

Um relatório gerencial deve enfatizar vários pontos-chave característicos, entre eles podemos destacar:

  • Precisão: apesar da complexidade inerente, um relatório gerencial precisa ser exato. Ele deve representar a melhor estimativa dos resultados da empresa em cada período de tempo, e assim ser condizente para a gerência. Ele deve usar técnicas atuais para demonstrar como a empresa está qualificada para alcançar os seus objetivos;
  • Pontualidade: a informação deve ser oportuna ou se torna inútil. Usando a tecnologia e um bom sistema de gestão, as empresas podem, nos dias de hoje, dispor de informações mais rápidas e com mais frequência do que era possível até poucos anos atrás;
  • Clareza: relatórios gerenciais nunca devem ser de difícil compreensão. Informações claras e acessíveis contribuem para a rápida tomada de decisões. Se algo estiver fora do planejado, pode ser corrigido imediatamente; 
  • Detalhamento: em última análise, os relatórios devem ser gerados no nível em que decisões empresariais são tomadas, e, portanto, onde eles podem causar maior impacto. A empresa deve equilibrar os objetivos quando possuem mais detalhes sobre a operação;

Relatórios gerenciais são extremamente eficientes se consideramos que a complexidade e a qualidade de seus dados são uma oportunidade para a empresa tomar as melhores decisões e superar as expectativas do setor onde se insere.

A sua empresa utiliza relatórios gerenciais para obter informações revelantes do dia a dia? Compartilhe sua experiência conosco!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NÓS LIGAMOS PARA VOCÊ